Decisão.


"Não vou pedir a porta aberta é como olhar pra trás
Não vou mentir nem tudo que falei eu sou capaz
Não vou roubar teu tempo eu já roubei demais"
Ana Carolina


Pudera eu saber mais. Ser mais forte talvez. Mas sou apenas essa garotinha sem saber pra onde ir. Dessa vez, no entanto, eu gosto de não saber pra onde vou, mesmo que tenha uma dorzinha latejando lá no fundo. Mesmo que eu chore de vez em quando, nos cantos ou à luz do sol. Mesmo que me sufoque a idéia do futuro sem os planos de antes. Mesmo que seja sem você.

Sei bem que não é fácil, mas você não consegue ver um palmo além da sua dor. Enquanto eu tentei estar próxima e te mostrar que poderíamos estar lá, um para o outro, você me deixou porque não suportou. Não consegue me ver além do que você quer que eu seja para o seu futuro. Estou bem aqui e você não me vê de verdade. Me olha mas não me enxerga. Seus olhos só querem ver a mulher da sua vida, mais nada. Desculpe, parece louco, mas não preciso disso agora. Eu queria você e não esses malditos planos que estragaram a gente. Queria ser vista, tocada, sentida e não idealizada. Não quero o altar ou o plano dos sonhos. Preferia o sofá da sua sala.

Você espera o que eu não posso ser, eu desejo o que você não quer. Sintonias distintas. E eu acho que chega por aqui.

foto em: http://moviesense.files.wordpress.com

5 Rompendo o asfalto:

Hariane disse...

"Queria ser vista, tocada, sentida e não idealizada. Não quero o altar ou o plano dos sonhos. Preferia o sofá da sua sala".

Esse tocou; tocou lá fundo. Senti a sua dor.
Pude viver por meio de "decisão".
Bjus!!!

Tássia Pellegrini (Tanna) disse...

engraçado quando visitamos um blog sem querer querendo e nos identificamos com o primeiro texto dele e nos apaixonamos pelos outros.

aconteceu agora :)

UnderOground disse...

Não vou tentar fazer nenhum comentário do tipo:
"Que lindo, você se expressou muito bem em seu texto", ou "Você escreveu algo que me deixou magoado", e blá, blá, blá...

Você diz seremos amigos, e eu digo tudo bem, e no fim eu te respondo assim ôhh...

:P

Tem amo pra sempre sua boba!

Vanessa disse...

E qto mais se diz que não se quer o altar, mas te oferecem. :-) Cuidado!

beijo

UnderOground disse...

Vim aqui a essa hora só pra ver se havia algo novo postado, mas tenho que deixar meu comentário e discordar da Vanessa, não é preciso cuidado com quem ou o sentimento de deixar a pessoa em um "altar", há pessoas que fazem isso porque acham que estão demostrando o seu sentimento verdadeiro quanto ao próximo, mas se isso ás vezes atrapalha o relacionamento, paciência, com o tempo a gente acaba aprendendo a dosar isso.

Boa madrugada a todos.

Seguidores